Defesa civil alerta para queda nos termômetros nos próximos dias, principalmente, na madrugada

0
835
Em Belo Horizonte, a madrugada desta terça-feira vai registrar mínima de 11 graus, mas sensação térmica é ainda de mais frio em áreas com ventos fortes. No Sul do estado, previsão é de um grau negativo na Serra da Mantiqueira

Joel Gonçalves dos Santos/Divulgação

O frio está de volta com maior intensidade nesta terça e quarta-feira, com previsão de os termômetros registrarem um grau negativo no Sul de Minas, na área da Serra da Mantiqueira, com geada em Maria da Fé e Camanducaia, no Distrito de Monte Verde. A chegada de uma massa de ar polar é a responsável pela queda de temperatura nas madrugadas e fins de noites em todas regiões do estado. Em Belo Horizonte, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) emitiu alerta com termômetros em baixa até a sexta-feira.

O meteorologista Jorge Luiz Moreira, do 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), prevê mínima de 11°C, e máxima, durante o dia, de 24°C na capital. E, apesar do frio, ele destaca que a umidade do ar vai ficar acima dos 35%, pelo menos até a quinta-feira. Segundo ele, há possibilidade de chuvas isoladas somente em cidades dos vales do Mucuri e Jequitinhonha.

De acordo com Jorge Moreira, no Triângulo também vai ter queda da temperatura, com mínima de 8°C e máxima de 27°C. Calor mesmo só no Norte e Noroeste mineiro. A máxima ultrapassa os 30°C nos fins das manhãs e durante a tarde. Porém, em áreas de serras, como o município de Águas Vermelhas, no fim da noite e madrugada os termômetros devem cair a 15°C. Com os ventos, a sensação térmica é ainda mais baixa.

No alerta da Comdec, há dicas de cuidados com a saúde como: manter a ventilação em ambientes fechados e com aglomeração de pessoas,  evitando assim a transmissão de doenças típicas da época do ano; realizar atividades físicas agasalhados; não tomar banhos com água muito quente por longos períodos para evitar a desidratação da pele; usar cremes hidratantes quando exposto ao sol e vento; e beber líquidos com frequência.

RB

Fonte: Estado de Minas