Ano de 2016 termina com 43 mil atendimentos médicos em Camanducaia

0
344
METADATA-START

Nesta semana, a Secretaria de Saúde de Camanducaia divulgou os dados de atendimentos realizados em 2016 em todo o município. Os médicos da Unidade Básica de Saúde (UBS) Emydio Moreira Filho atenderam 24.952 consultas no ano passado. Já os profissionais que trabalham na Estratégia Saúde da Família (ESF) prestaram 18.508 atendimentos.

Em quatro anos, a Prefeitura de Camanducaia dobrou o investimento na Saúde Municipal, que abrange a UBS, ESF, Centro de Regulação, Farmácia, atividades odontológicas e atendimento psicossocial. Em 2013, por exemplo, o município destinava cerca de R$ 5 milhões a Atenção Básica de Saúde, que são os atendimentos realizados nos postos de saúde e UBS. Em 2016, foram destinados quase R$ 10,5 milhões. E está previsto um aumento de cerca de R$ 1,5 milhão para 2017, totalizando R$ 12 milhões.

A prefeitura também firmou convênio com a Associação Beneficente de Monte Verde (ABMV), beneficiando os moradores do distrito, e aumentou o repasse à Santa Casa de Camanducaia. Em 2017, serão destinadas para as duas instituições quase R$ 4 milhões.

A UBS Emydio Moreira Filho realiza atendimento médico com quatro clínicos gerais, duas ginecologistas, cinco pediatras e um cardiologista. A equipe ainda é composta por fonoaudióloga, psicólogo, nutricionista, fisioterapeutas, bioquímicas, dentistas e enfermeiras. As 24.952 consultas durante o ano representam uma média de 2.080 atendimentos por mês ou cerca de 70 por dia. O laboratório da UBS realizou 6.396 exames em 2016, atendendo 1.191 pacientes.

As unidades dos distritos de Monte Verde e São Mateus e dos bairros do Cruzeiro e da Ponte Nova também recebem clínicos, pediatras, ginecologistas e fisioterapeutas. Os pacientes que precisam de atendimento especializado são encaminhados para atendimento na UBS. Em 2016, as quatro unidades de Saúde da Família do município, em ambos os distritos e bairros, cadastraram 11.140 pessoas. Foram realizadas 3.955 consultas e atendimentos em domicílio. As equipes também registraram ao longo do ano 40 atividades educativas e os agentes comunitários de saúde fizeram 94.930 visitas.

Camanducaia, além de cumprir rigorosamente as exigências do Ministério da Saúde para o atendimento básico, introduziu o atendimento especializado nas unidades. Em quatro anos, o município destinou quase R$ 45 milhões para a Saúde. Uma média de 31,07%, mais do que o dobro do mínimo constitucional.

O Centro de Regulação em Saúde Adhemar Pereira Dias, criado na primeira gestão do prefeito Edmar Dias, é considerado referência no setor em todo o Estado de Minas Gerais. Em 2014, o Centro de Regulação foi premiado pela Associação Mineira de Municípios (AMM) pelo bom gerenciamento como a melhor gestão de saúde do Estado. O local agendou quase três mil consultas em 2016. Neurologia, Oftalmologia, Dermatologia e Endocrinologia estão entre as especialidades mais procuradas.

A prefeitura levou 3.808 pacientes para Pouso Alegre no ano passado. Ainda foram realizadas 1.217 viagens a diversas cidades nos estados de Minas Gerais e São Paulo. Só para a capital paulista, por exemplo, a administração municipal destinou 343 viagens para levar pacientes com consultas ou exames agendados. Pacientes foram encaminhados para 29 cidades diferentes, como Belo Horizonte, Campinas, Barretos, Poços de Caldas, Alfenas e Bauru.

Já as farmácias básicas do município entregaram 103.848 medicamentos em 2016. A unidade de Camanducaia foi responsável por entregar 65.602; Monte Verde destinou 16.829; São Mateus 11.858; e a unidade no Bairro do Cruzeiro entregou 9.559 medicamentos.

A Vigilância Sanitária de Camanducaia realizou 243 inspeções em estabelecimentos em todo o município. Foram atendidas 104 denúncias, desde criação ilegal de animais, entulhos despejados irregularmente e focos da dengue.

Em Camanducaia também são feitos procedimentos odontológicos. Em 2016, os seis cirurgiões dentistas realizaram 6.840 atendimentos. Os dentistas trabalham na UBS, na Escola Onofre Vargas, no distrito de São Mateus e no Bairro do Cruzeiro.

Fonte: Ano de 2016 termina com 43 mil atendimentos médicos em Camanducaia